31.1 C
Campinas
quarta-feira, fevereiro 28, 2024
HomeCampinasNovos membros do Concidade tomam posse para atuar no biênio 2023/2024

Novos membros do Concidade tomam posse para atuar no biênio 2023/2024

Em cerimônia na Sala Azul do Paço Municipal, na tarde desta terça-feira, 18 de abril, o prefeito Dário Saadi empossou os novos membros do Conselho da Cidade de Campinas (Concidade) para atuar no biênio 2023/2024. São 26 titulares e 39 suplentes, representantes de entidades da sociedade civil e do poder público. O Concidade tem caráter consultivo e visa estudar e propor diretrizes para a formulação e a implementação da política municipal de desenvolvimento urbano sustentável.

Criado em 2005, o colegiado é composto por representantes de movimentos sociais e populares; organizações não governamentais, entidades sindicais e dos trabalhadores; instituições de ensino superior, acadêmicas e de pesquisa; e entidades empresariais, profissionais e conselhos municipais com atividades ligadas ao desenvolvimento urbano. Além do poder público municipal; poder executivo estadual e poder executivo federal.

Segundo o prefeito Dário Saadi, espaços como o do Concidade são fundamentais para a gestão pública, trazendo a oportunidade de que o governo dialogue com a sociedade. Ele ressaltou que as discussões sobre planejamento urbano e desenvolvimento de uma cidade do tamanho de Campinas são complexas. “A cada dia, os desafios são renovados, porém, quanto mais diálogo, mais chance temos de acertar. Que tenhamos grandes discussões e encaminhamentos para a cidade melhorar”, desejou.

A importância do Conselho para o município foi ressaltada pela secretária de Planejamento e Urbanismo, Carolina Baracat Lazinho, que também foi nomeada como a presidente do órgão. Ela lembrou a dificuldade para conseguir o quórum suficiente para retomar as atividades, questão que fez com que o Conselho ficasse sem atividade por cerca de quatro anos. Das 45 vagas, 26 foram preenchidas. As inscrições foram abertas em agosto do ano passado e prorrogadas até outubro.

O Conselho tem cadeira no Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano (FMDU), que recebe os recursos de outorga onerosa e contrapartidas e pode ser investido em áreas importantes para a cidade. “Nosso compromisso é cumprir o objetivo do Concidade que é acompanhar e avaliar no âmbito municipal não só as políticas de habitação, saneamento e transporte e mobilidade, mas o próprio desenvolvimento urbano. Também tem esse papel de buscar parcerias com organismos governamentais e não governamentais” afirmou Carolina.

Membro do segmento Movimentos Sociais e Populares, a engenheira civil Vanderlice Pereira da Silva, da Associação Casa Hacker, já participou do Conselho anteriormente e agora volta para a composição atual. “Acredito que participando do Concidade posso representar a região do Campo Grande que é mais afastada e periférica, traduzir para a população o que é toda essa área técnica e poder trazer suas demandas”, disse.

Ultimas Notícias

Veja também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here