21.9 C
Campinas
terça-feira, fevereiro 27, 2024
HomeNoticiasCampinas é inserida em programa de segurança alimentar

Campinas é inserida em programa de segurança alimentar

O Programa Luppa (Laboratório Urbano de Políticas Públicas Alimentares) selecionou Campinas como uma das dez cidades brasileiras que participarão de um programa de inovação e aprendizagem para melhorar as políticas públicas relacionadas à alimentação. O programa está em sua terceira edição.

As dez cidades selecionadas foram Alenquer (PA), Araucária (PR), Campinas (SP), Careiro (AM), Caucaia (CE), Caxias do Sul (RS), Itajaí (SC), Jaguaribe (CE), Mãe do Rio (PA) e Portel (PA). O Luppa já conta ao todo com 43 cidades.
“O fato de Campinas ser selecionada para participar da 3ª edição do Luppa, o maior laboratório urbano de políticas públicas alimentares do mundo, é um reconhecimento da importância da cidade no cenário de políticas públicas de segurança alimentar”, afirmou Vandecleya Moro, secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos.

O Luppa é um laboratório urbano que oferece apoio técnico, financeiro e metodológico para as cidades desenvolverem soluções para os desafios alimentares locais, como segurança alimentar, nutrição, agricultura urbana, desperdício de alimentos, entre outros. Trata-se de uma iniciativa do Instituto Comida do Amanhã, em parceria com a Fundação Bernard van Leer e o Instituto Igarapé.

O objetivo, de acordo com o laboratório, é apoiar cidades a alcançarem sistemas alimentares saudáveis, resilientes e justos, considerando os desafios climáticos e econômicos. A iniciativa ainda oferece capacitações e trocas de experiências entre os municípios participantes, além de produzir e divulgar conhecimento sobre a situação alimentar no Brasil.

“Com o apoio do Luppa, Campinas terá acesso a uma variedade de recursos e ferramentas, permitindo que a cidade aprenda com as melhores práticas globais. A colaboração com outras cidades participantes pode acelerar a inovação e trazer soluções práticas para desafios em nossa Campinas” acrescentou a secretária.

Cidades Sustentáveis
Campinas conquistou, em junho, o terceiro lugar, no eixo social, do prêmio “Cidades Sustentáveis: acelerando a implementação da Agenda 2030” pela implantação do programa “Campinas Solidária e Sustentável”, de agricultura urbana. A primeira unidade fica no Jardim Florence e foi inaugurada em julho. A iniciativa foi reconhecida por fortalecer a economia solidária e garantir o acesso à alimentação saudável para a população em situação de vulnerabilidade social. O prêmio é uma iniciativa do Programa Cidades Sustentáveis, que visa estimular e apoiar as cidades brasileiras na implementação de políticas públicas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Ultimas Notícias

Veja também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here