26.9 C
Campinas
segunda-feira, março 4, 2024
HomeNoticiasFundos de Investimentos em Direitos Creditórios: o que são e como funciona

Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios: o que são e como funciona

Na pandemia, muitas pessoas começaram a procurar por investimentos financeiros. À vista disso, o insigne Valdir Agostinho Piran, acionista de empresas do setor financeiro, entende que é fundamental que as pessoas tenham conhecimento sobre o que são Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios, e como funcionam. Acompanhe o artigo e fique por dentro!

Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios

De acordo com o renomado Valdir Agostinho Piran, os Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC), são fundos de investimento nos quais uma parcela preeminente do patrimônio líquido de um indivíduo é destinada para a aplicação em direitos creditórios. Os FIDC são instrumentos primordiais para a securitização do Mercado de Capitais Brasileiro. 

Já, os direitos creditórios são valores monetários que pessoas físicas e jurídicas têm a receber, ou seja, os créditos que uma entidade ainda receberá. Esses valores são provenientes de cheques, duplicatas, prestação de serviço, parcelas de cartão de crédito, contratos de aluguel, ganho em disputas judiciais etc.

Como funciona o FIDC? 

Conforme comenta o ilustre Valdir Agostinho Piran, presidente do Grupo Piran, o FIDC funciona a partir do agrupamento de vários investidores que possuem o mesmo objetivo, realizando assim a união de seus recursos em um único investimento pertencente a todos investidores em comum. Portanto, para efetuar esse investimento é necessário que cada indivíduo destine no mínimo uma parcela de 50% de seu patrimônio líquido. 

Tipos de FIDC

Ainda, como ressalta o egrégio Valdir Agostinho Piran, há dois tipos de FIDC: os padronizados e os não-padronizados. O primeiro trata de fundos tradicionais, responsáveis por possibilitar a aquisição de qualquer tipo de crédito oriundo pertencente a uma operação comercial normal, como faturas, duplicatas e contratos. 

Já, o tipo de FIDC não-padronizado ou FIDC-NP, se trata do fundo de investimento em renda fixa, na qual é aplicada no mínimo 50% do patrimônio líquido dos investidores em direitos creditórios não padronizados, que por sua vez, se referem aos valores monetários que uma entidade tem a receber a curto, médio ou longo prazo. 

Vantagens de realizar FIDC

Dessarte, há diversas vantagens em efetuar Fundos de Investimento em DIreitos Creditórios, tais como: 

  • isenção de IOF; 
  • ágil aprovação de limite; 
  • maior contato com o cliente e com o conhecimento acerca de suas necessidade;
  • economia fiscal; 
  • diversificação dos investimentos.

Ultimas Notícias

Veja também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here